Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Salvador Correia, Fotografias

Pai, Marido, Fotógrafo

Salvador Correia, Fotografias

Pai, Marido, Fotógrafo

Sobre Deus e as coisas que ele faz

Aviso à navegação: isto é um daqueles posts em que vou questionar Deus. Em especial o Deus católico pai de Jesus seja lá quem ele tenha sido. Por isso se não estão dispostos a ler e se quiserem entrar numa discussão saudável acerca disto, convido-vos já a dar meia volta. Amigos à mesma.

 

Agora vamos começar. 

 

E começamos por uma definição que interessa procurar: o que é Deus? Não pergunto quem é porque apesar de "nos ter feito" à sua imagem nunca ninguém foi capaz de o ver. Mas a sério, o que é Deus? Se é sabido que em todo o mundo existem milhares de Deus(es). O que é Deus?

 

Ora bem Deus é um ser omnipresente e omnipotente que está em toda a parte e tudo pode. É um ser do qual temos que viver em completo terror de forma a podermos almejar um lugar no céu. Também não podemos trabalhar ao domingo, comer carne de porco, devemos viver de forma casta e humilde e odiar as mulheres que são mais do que parideiras e obedientes a um marido xenófobo e abusador. Isto é um resumo por alto, aos detalhes já lá vamos.

 

Mas porque é que Deus não é uma vaca? Um cão? Uma girafa? Um elefante? Porque na Bíblia Deus disse que não adorariamos imagens, nem outros que não ele, mas... Espera lá. Nada, esqueçam.

 

Mas porque é que Deus não é como o Deus dos hindus? Porque é que há uma noção correta do que é Deus para quase cada um de nós? Será porque, à imagem do que Deus fez, o ser humano é feito para questionar o que o rodeia e daí conseguir ter as provas de tudo o que realmente existe? Será que Deus precisou de ensinar os humanos a criar imagens que ele próprio repudiou para que estas pudessem legítima-lo? Curioso este nosso Deus.

 

Está aberta a romaria. Não vou procurar mais definições até porque não sei o suficiente sobre as outras religiões, ainda as ofendo desnecessáriamente. 

 

Não vos vou mentir que apesar de sempre ter gostado de pensar na origem das coisas e em particular adorar simplesmente a história da Bíblia o que me faz escrever sobre este Deus misericórdioso, desculpem, sádico, homofóbico e hipócrita, foi o facto de ter sido pai e de repente a vida ter ficado demasiado real para brincar aos amigos imaginários. Agora tenho uma responsabilidade de ensinar, ser o modelo para alguém tão bom e tão puro que não merece crescer debaixo do manto desta ilusão colectiva que é este nosso Deus.

 

Falando em casos concretos. 

 

O que aconteceu a esta pobre criança inocente em Espanha. Ler, ouvir, perceber que as pessoas em busca de procurar algum conforto emocional se agarram a vigílias com velas e orações a um Deus que criou tudo isto em primeiro lugar quebrou-me o coração de formas que não achava serem possíveis.

 

Por definição, Deus é o criador de todos os males do mundo, Deus mata, Deus adoece as pessoas, Deus faz gente passar fome, Deus faz sofrer crianças. CRIANÇAS. Deus fez um menino morrer afogado numa praia ao tentar fugir de uma guerra que Deus ajudou a criar. Deus matou de fome crianças na guerra do Iémen que ele próprio criou. Deus fez um fotógrafo suicidar-se depois de ficar traumatizado pela imagem de um menino a colapsar de fome com um abutre em plano de fundo a preparar a sua refeição ainda quente. Deus matou um menino fazendo-o cair num buraco de 25 cm de diâmetro em queda livre durante 71m, Deus fez com que a queda o cobrisse de terra para que fosse impossível ele receber ajuda por aquele buraco. Deus atirou uma criança para um buraco estreito e fê-la morrer sozinha, com frio, com fome e com todos os outros horrores que não posso sequer imaginar sem ficar agoniado.

 

E nós o que fizemos? Rezamos a Deus para que o salvasse. Não olhamos para aqueles heróis que arriscaram a vida deles para resgatar uma criança que no fundo do coração já toda a gente sabia no seu intimo que estava morta. Aqueles heróis que tiveram que abrir aquele buraco e contemplar a obra magnânime de Deus que era o corpo daquela criança. Dissemos que foi Deus que lhes deu a força dissemos que foi Deus isto Deus aquilo. Deus fez tudo isto.

 

Deus, fez este casal enterrar o segundo filho antes de fazerem 3 anos. Deus tem um plano superior para este casal.

 

Não sejamos hipócritas amigos. Deus é uma instituição criada para nos impedir de pensar, para nos ajudar a criar uma instituição poderosa e dona, não só dos meios monetários, mas também dos segredos da humanidade impedindo-nos de evoluir como civilização à luz de estarmos constantemente a ser escrutinados por um Deus e os seus "ensinamentos"/livro de ordens e conduta.

 

Capaz das coisas mais horríveis possiveis de imaginar só para nos fazer seguir uma palavra que hoje meus amigos não faz qualquer sentido.

 

Desculpem este texto, desculpem mesmo, mas meus caros, neste momento é o que a visão gelada de realidade me diz, e o pouco conforto que tinha numa coisa que ia acreditando cai por terra e a fé meus amigos a minha fé ficou com a vida daquele menino, num buraco escuro a 71 metros de profundiade, sozinha sem acreditar em absolutamente nada.

 

(as fotos vão na mesma, escuras, mas com raios de luz, porque acreditar que amanhã o sol pode brilhar outra vez é a única coisa que verdadeiramente importa. tiradas com o telemóvel)

 

IMG_20190126_172114-01.jpeg

 

IMG_20190126_172119-01.jpeg

 

IMG_20190126_171708-01.jpeg

 

IMG_20190126_171750-01.jpeg

 

 

 

 

O prazer que dá revelar rolos com 2 anos sem fazer ideia de que fotografias iriamos ver

A última vez que escrevi aqui contava-vos a história de um filme de 8 anos da minha vida terminada numa viagem a um dos destinos mais maravilhosos do nosso país onde, embora longe dos meus amores, dificilmente poderia ter terminado melhor. No fim, acabei a fazer o fazia melhor, numa das ilhas mais bonitas de Portugal e do Mundo.

 

Entretanto o meu mundo virou do avesso pela positiva meus amigos, e que volta! Deixei um emprego de 8 anos onde aprendi muita coisa, onde conheci tanta, tanta gente, onde cresci profissionalmente e pessoalmente e de onde só tenho a tirar bonitas lições que certamente me acompanharão para a vida.

 

Passaram o quê, 3 meses? Bom pareceram três dias é o que vos garanto, mas de qualquer das formas cá estou eu outra vez. Uma espécie de regresso de banda que nunca acabou e agora volta para um último concerto especial todos os meses. É quase o mesmo mas sem o dinheiro e com menos audiência.

Vou tentar, sozinho, sem ter aprendido grande coisa fazer disto um blogue de fotografia em jeito de photoblog mais orientado para a street photography. Outra vez.

 

Vou trabalhar maioritariamente 3 tipos de séries, que a bem da verdade, e lamentavelmente para vocês, é o que eu faço:

  1. Daily commute - as fotos que tiro de casa para o trabalho e vice-versa. Vai acontecer muito.
  2. Diário fotográfico de #cidade - Seja Porto, Matosinhos, Famalicão/Delães de onde sou natural, o objetivo será mostrar o que resulta dos passeios em familia ou não pelas terras de onde sou mais natural.
  3. Outras coisas - Bem, outras coisas, séries, trabalhos o que lhe quiserem chamar.

 

Entretanto deixei de escrever no Blogger e passei para o Sapo Blogues por uma razão muito simples: Se me dediquei a postar para a comunidade portuguesa fazia todo o sentido ao contrário de ser mais um blogue nesse mar infinito do que é a internet por aí fora, ser um blogue num diretório completo e direcionado para o público português.

 

Porque no limite o objetivo é conseguir mostrar o quão inofensiva, sem julgamentos e artística (convencido eu!) a fotografia de rua pode ser. Ao mesmo tempo esta documentação do que é o dia a dia nas nossas ruas é ao mesmo tempo uma forma poderosa de manter e preservar a visão do que somos e onde vivemos numa determinada era temporal. E acreditem, Portugal é uma cidade repleta de tantas pessoas e tantas imagens únicas que só a fotografia de rua anónima consegue mostrar.

 

Falando de fotografias, hoje trago-vos uma seleção de imagens sem edição, tiradas com duas máquinas analógicas (uma Praktica Super TL 1000 e uma Cosina 35) de um conjunto de 5 rolos com cerca de 2 anos. Sim, esqueci-me (tive preguiça) de os ir revelar e esqueci-me até de que imagens tinha nos rolos. O resultado no entanto é tão bom quanto inesperado. Foi ver e apaixonar outra vez por aqueles momentos.

 

Vejam vocês mesmos.

 

000017.JPG

 

000002-1.JPG

 

000026.JPG

 

000001.JPG

 

000002.JPG

 

000033.JPG

 

000012_1.JPG

 

000013_1.JPG

 

000018_1.JPG

 

000005_1-1.JPG

 

000005_1-2.JPG