Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Salvador Correia, Fotografias

Pai, Marido, Fotógrafo

Salvador Correia, Fotografias

Pai, Marido, Fotógrafo

Não consigo dizer que gostei

Recentemente, associei-me a um movimento de apoio a pessoas com carências especiais, e fiz o meu primeiro trabalho a retratar um lado duma cidade que toda a gente sabe que existe mas mais uma vez toda a gente faz de conta que não vê.

O que vi? O que vi pode e não pode ser passado só por imagens. Posso eu não ser fotógrafo que chega para mostrar a crueza destas situações como também, é muito fácil fazer-vos ver o que eu quero e não o que a imagem mostra realmente.

Este grupo de pessoas que vive, sempre (sem exeção) com o pensamento em ajudar o outro, não está associada a qualquer tipo de grande associação de solidariedade, não são parte de um grupo de indistriais de cartola e monócolo a brincar à caridadezinha.

Este grupo procura pessoas, procura respeitar os outros, procura dar afetos, abrigo, carinho e alimento, procuram dar em toda a ascenção da palavra e não procuram ser. Ser os senhores caridosos, sabem?

“Eu não acredito em caridade. Eu acredito em solidariedade. Caridade é tão vertical: vai de cima para baixo. Solidariedade é horizontal: respeita a outra pessoa e aprende com o outro. A maioria de nós tem muito o que aprender com as outras pessoas.” - Eduardo Galeano

Às vezes, por acaso encontra-se cada frase...

Visitem estes amigos destas pessoas que todas as semanas, com tudo o que têm procurado é criar lugares de afeto junto das pessoas, nos locais onde a cidade os esqueceu.

Facebook: RondaComVida.Porto